Em Fernando de Noronha você encontrará inúmeras trilhas, nas quais poderá entrar em contato com a fauna e flora terrestres da ilha além conhecer um pouco de sua história e cultura. E há uma recompensa adicional: há algumas praias de rara beleza que só por meio de uma caminhada podem ser alcançadas. Se preferir, também há a opção de se fazer um passeio de barco e conhecer não só a ilha principal como as secundárias. A seguir há uma relação das principais trilhas/passeios da ilha. É só escolher o roteiro que mais lhe agrade, mas se ficar dividido entre tantas opções, entre as mais bonitas estão as trilhas Cachorro/Baia do Sancho, dos Golfinhos, Costa Azul e Costa Esmeralda.

.
 

Passeios de Barco - Os passeios diários de barcos, com capacidade média de 20 passageiros, têm início às 14:00 horas e término normalmente às 17:30 horas, com saída do Porto de Santo Antonio, percorrendo as ilhas secundárias, Ponta da Sapata, Baía dos Golfinhos e parada na Baía do Sancho para mergulhos e banhos. São barcos bem equipados, alguns oferecem inclusive uma peixada a bordo e um deles tem o casco em vidro para melhor observação dos peixes e golfinhos.

Trilha da Praia do Cachorro/Baía do Sancho – somente feita em horário de maré baixa, recomendada para pessoas de boa resistência física devido à existência de trechos íngremes, com trajes e apetrechos próprios para caminhadas, especialmente em dias ensolarados, essa trilha é imperdível. Para voltar é necessário subir uma fenda na baía do Sancho e chegar na BR 363.



Trilha da Baía dos Golfinhos – percurso circular com 2,5 km de extensão, tem início e término na Quixaba, baixo nível de dificuldade, com oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os mamíferos, répteis e muitas aves terrestres e marinhas que vivem no parque e que leva a um penhasco de 70 metros de altura de onde se pode admirar golfinhos rotadores que procuram o lugar para se acasalar, alimentar os filhotes ou simplesmente descansar.





Trilha Costa Azul – cerca de 2 horas de caminhada para percorrer os 2.300 metros de extensão, com início no presídio feminino erguido no século l8, na Vila dos Remédios, passando pelos mirantes naturais da Rua do Pico que dão acesso às praias do Cachorro e do Meio e terminando na Praia da Conceição onde está o Morro do Pico. Pode-se chegar às ruínas do Forte Sta. Cruz, contornando a base do morro, entre rochas.



Trilha Costa Esmeralda – a mais litorânea das trilhas, vê-se a mata que emoldura a praia, passa por três praias: do Bode, Quixaba e Cacimba do Padre, tem extensão de 2.200 metros e duração de cerca de 2 horas, podendo-se observar as catraias mergulhando em busca de alimentos e no final, dentro do mar, pode-se ver duas grandes rochas denominadas Dois Irmãos.


Trilha Jardim Elizabeth – trilha com 1.600 metros de extensão e duração de aproximadamente 1 hora, corta a mata, passa por uma alameda de cajueiros e por uma ponte do século 18 sobre o leito seco do riacho Mulungu, chegando até a Praia do Cachorro, onde se pode mergulhar ou tomar banho de bica.


Trilha Baía do Sancho – tem duas escaladas pelas rochas que isolam a baía dos Porcos e no final do passeio encontra-se o grande desafio de se atingir o Mirante pois é necessário subir por escadas encravadas na fenda de um penhasco de 40 metros.



Trilha do Farol – com uma seqüência de mirantes deslumbrantes, este percurso linear com 4,8 km, nível de dificuldade alto, exige paradas para a pura contemplação de uma paisagem quase ainda intocada e no Mirante do Farol pode-se avistar os Mares de Dentro e de Fora.


Trilha Capim-Açu – nível de dificuldade alto, chega-se a uma das extremidades da ilha onde existem ruínas de equipamentos construídos durante a Segunda Guerra Mundial, caminhando-se por encostas íngremes até a Ponta do Capim-Açu,, podendo-se observar formações rochosas e vista das Ilhas do Mar de Fora e, a partir daí, há uma descida que leva à praia do Leão, sendo que um trecho deste percurso requer uma caminhada dificílima sobre seixos vulcânicos negros



Trilha da Pontinha Pedra Alta – durante seu percurso de 4,200 km lineares, grau de dificuldade mediano, com início na praia da Caieira e término na Vila do Trinta, avistam-se as pedras secas, local onde aconteceu o primeiro naufrágio ocorrido no Brasil, em 1503, e a caverna do Capitão Kidd.


Trilha da Baía dos Porcos – percurso linear com 1 km de extensão, tem início na Cacimba do Padre, com encostas íngremes, acesso somente na maré baixa, sendo possível observar umas das mais belas paisagens de Noronha: a Baía dos Porcos e o Morro Dois Irmãos, bem como as encostas das falésias com árvores incrustadas nas fendas das pedras e muitas aves.


Outros Passeios - Também são interessantes os passeios pelos fortes, ruínas e Vila dos Remédios, dando ao visitante a oportunidade de conhecer a história e vida local, além de percorrer os vários estabelecimentos comerciais para compras de suvenires. E, se quiser passear mas não estiver disposto a enfrentar uma caminhada, há sempre a opção de se alugar um buggy de uma das várias locadoras da ilha.

Colina, s/n. Vila do 30

Fernando de Noronha-PE

Brasil

Whatapp: 48 999293698

© 2012 by John Smith